Categorias
OlhandoaCidade

Solar na Senador Vergueiro

Em minhas andanças da hora do almoço, reparei outro dia neste casarão. Já estivera lá várias vezes, e nunca tinha olhado para cima. Pudera, já chegava babando e com fome!

Tombado em 5 de outubro de 2000, por um dos ilustres frequentadores, o imóvel agora é imexível. Em meados dos anos 90 do século passado, estavam pensando em demolir para construir um hotel no lugar. O ilustre frequentador era o Prefeito e arquiteto Luiz Paulo Conde.

O decreto 18.999 diz: “CONSIDERANDO que o prédio situado na Rua Senador Vergueiro 11 e 15 se constitui no único exemplar de solar da segunda metade de do século XIX no bairro do Flamengo…”

Procurei, procurei e não achei na internet absolutamente nada sobre a origem do casarão, apenas que ele foi uma hospedaria até ser comprado no final dos anos 50 para se transformar na Churrascaria Majórica! Me dá raiva quando não consigo localizar nada sobre alguma coisa, daqui, sentadinho em minha sala…

Um solar, aqui no Brasil, são casarões, residências antigas. Símbolos de riqueza e influência política tradicional das famílias. Um vexame eu não conseguir localizar a família que ergueu este solar tombado.

Agora é a Majórica, templo das carnes cariocas, mas proibitivamente caro. Fui lá outro dia, em um momento de coragem com o meu sócio Nakamura, disse que pagava a conta e me ferrei em quase 400 reais em um jantar para duas pessoas, sem vinho! Caríssimo!

Por Mário Barreto

Historiador, Diretor de Filmes, 3D/VFX. Guru em Computação, viciado em Motociclismo.

7 respostas em “Solar na Senador Vergueiro”

Muito lindo! O Sr Conde fez jus ao seu nome cuidando de preservar esse casarão tão bonito. Tomara que você encontre a história do solar. Muito legal, Mário.

Eu lembro deste solar, eu não devia estar com tanta fome nas vezes que fui almoçar na Majórica. Lindo casarão, que bom que reparou nele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.