Categorias
OlhandoaCidade

Casarão do Barão de São Clemente

Muitos irão perguntar: “Que casarão é este?”. Pois é, tombado em 2014, o palacete que foi do cafeicultor Antônio Clemente Pinto Filho, o Barão de São Clemente, fica aqui pertinho do meu trabalho, na Rua Marquês de Abrantes 55. Um endereço tradicional, porque desde os anos de 1920 ele faz parte do Colégio Metodista Bennett. Foi construído em 1859.

A entrada do colégio.

Aliás, com muita tristeza, o colégio fechou no último dia 17 de dezembro, vítima destes novos tempos, perdendo alunos, com alta inadiplência, não resistiu. Muitos não vem resistindo.

O palacete já está bem detonado.

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; (…) tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar.” Citando o texto bíblico dos Eclesiastes, a mantenedora comunicou aos pais e professores do Colégio Metodista Bennet o seu fechamento. Fundado em 1888, foram 133 anos. Dá pena. Cheguei a ir lá conhecer pois meu sócio estudou lá e pretendia colocar seu filho para estudar lá também. Acabou mudando de idéia e fez bem.

É um terrenão enorme. Tem a faculdade em um prédio anexo, que tem tempo que já tinha sido transformada em Univeritas. Tenho amigos que se formaram no Bennett.

Dizem que outra escola irá assumir as instalações do colégio. Já imagino uma destas escolas novas que fazem parte de grandes grupos financeiros que agora resolveram investir em ganhar ainda mais dinheiro com educação. Aos alunos foi indicado o colégio Pense, do Grupo Eleva, um dos que andam mais agressivos nesta montagem de rede de colégios.

O anexo onde eram as cavalariças do Barão, também tombadas.

Hoje fui lá fotografar, tudo muito bonito, tudo muito parado, tudo muito abandonado. Uma pena

As árvores também estão tombadas.

Por Mário Barreto

Historiador, Diretor de Filmes, 3D/VFX. Guru em Computação, viciado em Motociclismo.

6 respostas em “Casarão do Barão de São Clemente”

Muito triste vermos patrimônios tão imponentes sendo degradados com o descaso dos proprietários e dos governos.
Nossa história se deteriorando como a humanidade.😪

A história de hoje foi bem triste. Tomara que esse lindo prédio seja restaurado e bem cuidado pela próxima administração. Assim, na próxima vez que você for lá fotografar, só nos conte boas notícias, de como o prédio voltou à sua beleza original.

Triste ver uma história de tantos anos sendo encerrada assim. Minha mãe estudou no Bennett quando era criança. Desde sempre ouço as histórias de lá. Em uma das minhas visitas aí na produtora aí do Flamengo eu dei um pulo e fotografei o portão pra mostrar pra ela. Ainda estava funcionando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.