Categorias
OlhandoaCidade

Almoço na Praia Vermelha

Hoje levei a cambada para almoçar em um dos lugares mais bonitos, simbólicos e sossegados da cidade, O Terra Brasilis, no círculo Militar da Praia Vermelha.

Poucos sabem, mas o Pão de Açúcar era uma ilha, separada do Morro Cara de Cão. Vejam na imagem abaixo, ao centro, o Pão de Açúcar na entrada da Baía da Guanabara, representada como um Rio. Era a Ilha da Trindade, até que entre 1659 e 1660, o Governador Salvador Correia de Sá e Benevides aterrou a nesguinha, criando a Praia Vermelha.

Nesta imagem abaixo fica mais fácil entender o terreno que foi aterrado para juntar a ilha ao continente.

Já durante a construção do bairro da Urca, no início do século XX

É incrível pensar que o Bairro da Urca, tão lindinho e tão cheio de casas e instalações, não existia. Que a Avenida Pasteur era a antiga Praia da Saudade.

Minha Filha Joana fazendo uma pose ao anoitecer no Caminho Claudio Coutinho. Ao fundo, as luzes do Circulo Militar da Praia Vermelha, onde almoçamos

Durante todo tempo em que estudei na Unirio, fazia visitas regulares ao restaurante. Sempre lindo, sempre transformando um dia comum em um dia especial. Recomendo, é um programão.

Clique aqui para ver onde é.

Eu, na janelinha do restaurante. Ô coisa boa.

Este prédio onde está o restaurante foi anteriormente o Salão Casa Blanca, uma das mais famosas casas noturnas da capital fluminense. Depois sediou a Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, lugar maravilhoso para isso.

Mário Barreto

Por Mário Barreto

Historiador, Diretor de Filmes, 3D/VFX. Guru em Computação, viciado em Motociclismo.

7 respostas em “Almoço na Praia Vermelha”

Bairro encantador e sossegado e o caminho Claudio Coutinho!!!!! com sua trilha também é show, vale a pena passar um Domingo lá.

Caramba Mario, ia morrer sem saber que era uma ilha! O Rio tem lugares incríveis mesmo. Devíamos ser algumas vezes “Marios” e curtir e valorizar mais a história dessa cidade!

Aquele prédio comprido em frente à praia era a Fábrica de Pólvora, se não me engano.
No CM na área externa havia um restaurante com uma pizza ótima e sempre com uma programação musical bacana. Espero que continue pós-pandemia.

Errei no comentário. Fábrica de Pólvora era no Jardim Botânico. Esse prédio era da Escola Militar. Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.