OlhandoaCidade

Tim Maia!

Esta semana pela primeira vez saltei na estação do Metrô Afonso Pena. Tinha que ir ao Banco, que fica talvez mais perto dela do que da “minha” estação, São Francisco Xavier. E é uma oportunidade de olhar outras coisas e lugares da cidade né?

Eu curto muito aqui as cercanias da Praça Afonso Pena, é tudo bem legal, arrumadinho e a praça é bem cuidada. De vez em quando venho aqui andar de bicicleta, outro dia até a Joana veio comigo com uma bike laranjinha do Itaú. Ou terá sido a Júlia? Acho que as duas já fizeram este passeio comigo.

Prá vcs verem como milhares de coisas estão disponíveis para os nossos olhos, e não vemos, não prestamos atenção. Passei ali na praça dezenas de vezes e nunca tinha visto a estátua de Tim Maia, inaugurada em 2015!

Em tamanho natural, a escultura é da artista Christina Motta e está na Tijuca como uma homenagem as origens do Tim Maia, lugar onde ele nasceu.

Incrível como em mais alguns poucos anos já terão um monte de marmanjos por aí que não conhecerão ou saberão quem foi o Tião, o Síndico Tim Maia.

A estátua é legal. Em um primeiro momento eu não achei parecido, mas logo em seguida, por outro angulo, já achei. Está lá, cantando na praça. Vale ir dar uma olhadinha e depois beber uns chopes nos bares que tem em volta da praça.

Você, que gostava do Tim, já viu ao vivo a estátua do Tim Maia? Vai lá.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Um comentário

  • Marcos Martins

    Aquela região é muito bonita mesmo.
    A praça Afonso Pena é muito bonita, bem cuidada. E ainda tem metrô, bares em volta.

    Quando eu era criança, uma multidão de crianças ficava circulando a praça de bicicleta.

    Um dia que me marcou foi ver um pai carregando o filho pequeno nos braços, sangrando, pois tinha sido atropelado por uma bicicleta.
    Nunca soube o final da história.
    Nunca esqueci está imagem.
    Abraços !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.