OlhandoaCidade

Sagrados Corações

Como alguns já sabem, mamãe está internada no hospital, enfrentando a difícil recuperação de uma cirurgia. Felizmente as coisas estão melhorando, graças a Deus e as orações de todos os amigos.

Tenho ido diariamente na casa dela cuidar da Xuxa e do Chiquinho. Muitas vezes fui de bicicleta, algumas até a pé. Dá uma caminhada boa.

Xuxa e Chiquinho

Em uma destas eu passei a pé em frente a Igreja Sagrados Corações e reparei nas suas lindas portas de madeira.

A porta principal

Mamãe, tijucana novata também, tem frequentado esta Igreja, que é a mais pertinho da casa dela. Este prédio da Igreja, de estilo romano, foi construído de 1947 até 1952, é novo, e pertence a Congregação dos Padres dos Sagrados Corações de Jesus e Maria. Esta congregação tem uma história incrível. A Congregação dos Sagrados Corações de Jesus e Maria e da Adoração Perpétua do Santíssimo Sacramento do Altar é de início do século XIX e, vejam só, teve atuação marcante no Reino do Havaí, na Missão das Ilhas do Pacífico! Muito interessante e quem quiser ler clique aqui.

Não estavam abertas as portas frontais quando passei. Na principal inclusive dormia um mendigo. A igreja tem capacidade para 400 fiéis e funcionam no local obras de assistência e promoção social como alfabetização de adultos, o Serviço da Fraternidade, a Obra Social Casa do Pe. Damião, atendimento a pessoas idosas, atendimento médico e odontológico com distribuição de remédios e orientação em geral, escolinha de informática, artesanato, apoio financeiro a grupos de ajuda, Alcoólicos Anônimos e Narcóticos Anônimos. 

É bonita, sem ser espetacular, mas está muito bem localizada, ali em frente ai Tijuca Tênis Clube, no coração também da Tijuca. É tombada pelo decreto DECRETO IRPH Nº 23.236/200

Historiador, Diretor de Filmes, 3D/VFX. Guru em Computação, viciado em Motociclismo.

2 Comentários

  • Analu Steffen

    Sempre que passo por ali meu olhar é atraído para ela. Sóbria e respeitosamente existente em meio ao burburinho tijucano. Nunca vi suas portas abertas, como se para entrar eu precisasse de uma senha secreta. Foi bom saber mais sobre ela, obrigada.

  • Rosa

    Parabéns mais uma vez, primo, pela belíssima resenha sobre um prédio tão lindo e que passa despercebido pela maioria dos transeuntes! Além de belo, abriga uma obra social maravilhosa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

EnglishFrançaisItalianoPortuguêsEspañol