OlhandoaCidade

Praia das Flechas

Ontem fui para Itaipu (do Tupi, Pedra que Canta) e novamente deslumbrei-me com Niterói. É uma Cidade muito linda, sempre. Suas paisagens são as mesmas do Rio de Janeiro, só que olhando de um pouco mais distante, vê-se todas as belezas em uma olhada só. Tem um angulo lá em que vc vê o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os Dois Irmãos, a Pedra da Gávea e o Pico da Tijuca numa tacada só… e na frente as águas da Baía da Guanabara… é muita beleza. E andando pelo litoral do Ingá (Tupi, Ensopado), Icaraí (Tupi, Rio Sagrado), São Francisco, Charitas (Latin, Caridade)… é tudo arrumadinho. Com o novo túnel alcança-se as praias oceânicas em um pulinho, saindo ali no Cafubá (no início do século XX, havia na região do atual Cafubá uma fazenda onde criava-se o gado bovino de origem africana e cor cinzento-escura, chamado popularmente de Cafubá) e na cara de Piratininga (do Tupi, Peixe Seco) e finalmente Itaipu, meu destino final de ontem. Uma lindeza.

O cacique temiminó Cobra-Papagaio (Araribóia) recebeu estas terras após ajudar Estácio de Sá a expulsar os franceses da cidade. Ele queria de volta as terras de Paranapuã (atual Ilha do Governador), de onde foi expulso pelos franceses. Mas foi convencido a ocupar com sua tribo as atuais terras de Niterói, fundando na época a vila de São Lourenço dos Índios. Depois virou Vila Real da Praia Grande e em 1835 finalmente recebeu o nome de Nichteroy (do Tupi, significa Porto sinuoso, ou Água que se Esconde).

Niterói moderna tem o melhor IDH do Estado do Rio, o sétimo maior do Brasil e é o segundo município em renda mensal per capita do país. Não é arrumadinho à toa, Niterói tem dinheiro.

Hoje de manhã acordei, fui visitar meu amigo Claudio que levou mais um estabaco de moto e depois toquei para o Rio. Meu Deus!!! Tudo engarrafado e com a placa da ponte avisando que a travessia estava demorando incríveis 62 minutos. Fiquei com medo… a última vez que meu carro ficou engarrafado tanto tempo com o ar condicionado ligado, quase trancou o motor… era apenas falta de água, mas mesmo assim, fiquei com medo e decidi parar em Icaraí e deixar o trânsito melhorar.

Fui andando, parei o carro perto da Praça César Tinoco e passeei pela Praia das Flechas. Cesar Tinoco foi um político do início do século passado, campista, foi Prefeito de Campos dos Goytacazes e muitos outros cargos. Uma pracinha lindinha, mas depredada.

Deve ser o busto do político César Tinoco que dá nome a praça…roubaram a placa.

Logo na entrada da praça tem um busto de onde roubaram as placas, um clássico carioca, que também descobri ser usado em Niterói.

Olhem que lindo o visual da Praça…

No meio da praça, teríamos mais um busto, em homenagem a Casimiro de Abreu, poeta romântico e patrono da cadeira número 6 da Academia Brasileira de Letras, ocupada no momento por Cícero Sandroni. Este monumento foi totalmente roubado, com seus ornamentos. Só ficou a placa…

Roubaram quase tudo…

Vejam a diferença… malditos ladrões!!!!

Ali em frente, não pude deixar de notar a linda Ilha dos Cardos, que fica bem em frente a Praia das Flechas e do Museu de Arte de Niterói.

A pequena Ilha dos Cardos

A Ilha dos Cardos está há séculos na vida cultural de Niterói e incorporada ao famoso horizonte pintado pela Escola Fluminense de Paisagistas. Foi reconhecida como patrimônio cultural do Estado, respondendo a uma baixo-assinado da comunidade, com mais de 1.500 assinaturas. Desde o século XIX, os pintores paisagistas como Castagneto, em 1888, e os discípulos do mestre Grimm, da Escola Fluminense de Paisagem, retrataram a Ilha dos Cardos em suas obras. Cardos são umas plantas espinhosas que dão em pedras… não sei se a Ilha dos Cardos tem cardos… deve ter né?

Fui andando pela Praia das Flechas até a Praia de Icaraí, onde almocei. No caminho, passei pela Pedra de Itapuca (do Tupi, Pedra Furada), outro ponto turístico do local. Também linda.

Acabou a bateria do meu iPhone, peguei esta foto na Internet… A Pedra de Itapuca.

Voltei para o carro, dei uma carga no iPhone e vi que a travessia tinha melhorado para 26 minutos, o dobro do normal, mas muito melhor do que os 62 minutos de antes. Um único carro enguiçado estava causando esta lentidão…

Olhei muitas coisas e adorei tudo, Niterói é uma lindeza.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

2 Comentários

  • Claudio Marcio S Pereira

    A cidade sim é muito bela ! Os cariocas deveriam ver a vista do Rio por outros ângulos. Obrigado pela visita e volte quando quiser amigo!

  • Maria Inês Barreto da Costa

    Eu sou suspeita rsrsrs. Tenho fortes laços afetivos com Niterói, com o Ingá. É lindo mesmo. Tão perto do Rio e tão melhor para se morar. Só não aconselho morar lá e ter que trabalhar no Rio todo dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.