OlhandoaCidade

Orfeão Português

Seguindo a dica do meu amigão Arcanjo Magaldi, e depois de conhecer o clube dos Poveiros e também o clube dos Feirenses, passei na porta e olhei também o Orfeão Português, que é aqui pertinho de casa, na mesma rua. Ainda faltam outros, aos pouquinhos eu vou olhando e conhecendo todos eles.

A fachada com os azulejinhos em azul.

Também tem o esquema dos azulejinhos na fachada e dos três que conheci até agora, este me pareceu o menor deles.

E vocês sabem o que é um orfeão? Pois é, eu não sabia. Segundo os dicionários, orfeão é um “grupo de pessoas que se dedicam ao canto coral”. Este Orfeão antes era o “Orpheon-Club Juventude Portugueza” e antes ainda “Recreio Dramático da Juventude Portugueza”. Fundado em 1915, em 1916 teve o seu nome mudado para Orpheon-Club.

Revista Illustração Moderna. O coro do Orfeão. 11/4/1925. Ed. n.o 45

Era no Centro, na Rua dos Andradas e só mudou-se para o Maracanã em 1965. Era um clube cultural, com danças, festas, leituras de poesias. Era muito animado, a TV Tupi do Rio de Janeiro em 1964 chegou a televisionar alguns bailes animados de Carnaval do Orfeão.Tudo coisas meio fora de moda em tempos modernos e de pandemia.

O Malho. Directoria do Recreio Dramático da Juventude Portugueza. 18/12/1915. Ed. 692

Hoje estava fechado, mas o clube está aí vivinho da silva, alugando sua quadra para eventos e deve ter uma programação cultural ativa, para honrar as suas origens. O que duvido é que ele tenha um coral!

O escudo lusitano do Orfeão. Só devem ter vascaínos de sócios…

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Um comentário

  • mario augusto b pereira

    grupo de canto, não sei!
    Mas, existem grupos de danças folcloricas que rodam o país, vários… já fui em alguns festivais… a platéia, além das danças de vários grupos, saboreia pratos tipicos – destaco: sardinhas portuguesas… delícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.