OlhandoaCidade

Deus, Pátria e Liberdade

Este é o lema do Liceu Literário Português, uma organização centenária que eu nunca tinha ouvido falar ou perceber, até que um dia, indo ao centro para comprar coisas de computador no Edifício Avenida Central, olhei para os lados e vi este prédio precioso, ali ao lado da Estação da Carioca.

Desde o início em 1868, são já 153 anos, o Liceu vem oferecendo cursos e se dedicando a educação. Teve vários endereços anteriores e na inauguração de 1884, na Rua da Saúde, D. Pedro II compareceu e depois frequentou aulas de astronomia e artes náuticas!

Este prédio que fotografei foi inaugurado em 1938, um projeto no estilo neomanuelino, do arquiteto Raul Penna Firme. Pesquisando para escrever este textinho, descobri que o hall de entrada tem grandes painéis de azulejos do artista português Jorge Colaço. Um painel representa o rei D. Afonso Henriques e o Milagre de Ourique, e o outro representa o Infante D. Henrique. Também há representações de navegantes e guerreiros medievais mouros e portugueses. Não vi pessoalmente, vou lá ver, parecem lindos nas fotos.

Azulejos de Jorge Colaço no hall de entrada do Liceu.

“O Instituto de Língua Portuguesa (ILP) é uma entidade civil sem fins lucrativos, integrante do quadro das unidades culturais do Liceu Literário Português e tem por objetivo o estudo em profundidade e extensão da língua portuguesa, promovendo-lhe o melhor conhecimento e difusão e contribuindo para seu constante fortalecimento, como veículo de cultura e patrimônio inalienável das nações lusófonas.” diz o também bonito site do Liceu,

É bem ativo até hoje, oferecendo vários cursos e atividades. Vocês já olharam este prédio? E como ele temos muitos na cidade, que passam batidos. Depois fui almoçar na Leiteria Mineira, outro clássico da cidade.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Um comentário

  • Maria Inês Barreto

    Esse prédio eu nunca vi !!! Onde é? No Largo da Carioca? Gente! Da próxima vez que passar por lá vou procurar. Valeu pela dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.