OlhandoaCidade

Templo da Humanidade

Como eu disse anteriormente, mudaram meu local de votação e eu tive que caminhar da Glória até o Catete. Deixei o carro na Rua Benjamim Constant e fui passeando e olhando tudo. Fiz um monte de fotos e já rendeu aqui o Bairro São Jorge.

Não há como não olhar o Templo da Humanidade!

Acho impressionante

Imponente. Além de diferentão, misterioso, pois nunca o vi funcionando. Inaugurado em 1896, as atividades estão suspensas, e o prédio tombado, em processo de restauração. Está interditado desde 2009 pela defesa civil, aguardando as obras para reabrir. O telhado, que tinha desabado, ficou pronto em 2018. Enquanto isso o único templo da Igreja Positivista do Brasil, a “Igreja da Ciência”, está funcionando em Porto Alegre.

A Igreja Positivista do Brasil, fundada por Miguel de Lemos, é sui-generis e vale a pena conhecer o que ela representou e representa, uma vez que não desapareceu.

Ali neste prédio casou-se o Marechal Rondon, ali estava guardada a primeira da Bandeira do Brasil, mas assim como a Taça Jules Rimet, foi roubada. Ali estão guardados outros tesouros e uma grande biblioteca com 15 mil livros.

Só esta história do Templo, do Positivismo, dos personagens positivistas no início da República do Brasil, dariam um livro. E agora tem a história de seu projeto de restauração. Pelo site, parece que está andando. Passando pela rua, parece que está parado. Passo por ali tem mais de 30 anos, e nunca vi uma atividade sequer. Intimida.

Cliquem aqui para saberem onde é, muito interessante. Cliquem aqui para conhecerem o site do Templo da Humanidade, que aposto que muitos não conhecem, nunca viram, não sabem onde fica e nem para o que foi construído!

Após clicarem nos links, ficarão sabendo. Vamos olhar a cidade?

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

8 Comentários

  • Andre

    É uma pena… aqui na Europa sempre tem algo sendo restaurado. Esse prédio é uma preciosidade e deveria ser uma dos pontos turísticos oficiais da cidade.

  • Rosa Amaral

    Que maravilha! Nunca soube desse prédio tão esplêndido!
    Parabéns mais uma vez pela pesquisa e por nos proporcionar mais essa informação preciosa!👏👏👏👏👏

  • Inês Barreto

    Nossa! Que lindo prédio e que linda história. Estou aguardando ansiosa pela restauração e pela abertura do museu.

  • Paulo

    Mario ta quase um Indiana Jones tupiniquim! Ja imagino voce la dentro fazendo pesquisas arqueológicas da nossa história.

  • Adriana Veras

    Aaaa finalmente um lugar que eu “reconheço” mas nunca havia pesquisado sobre ele! Ando ( quando saio ) olhando tudo com mais atenção e aguardando suas descobertas! Amo!

  • Marcelo

    Amigo Mario, eu me achava um carioca típico, conhecedor dos detalhes da cidade, até me transformar em seguidor das suas andanças. Com textos muito o interessantes e bem humorados estou descobrindo coisas que jamais vi. Parabéns e por favor continue! Abração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.