OlhandoaCidade

“Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt”

Incrível não? Pois é, o Movimento Mariano de Schoenstatt possui um santuário no Rio de Janeiro, o Tabor da Redenção, na Vargem Pequena. Não é grande ou impressionante arquitetônicamente, mas é muito interessante, principalmente para os católicos.

Entrada do Santuário

O Movimento de Schoenstatt foi fundado na Alemanha em 1914 e hoje existem 200 santuários espalhados pelo mundo, sendo que 23 no Brasil. Muitos não é, mais de 10% do total…

“As pessoas buscam em Schoenstatt orientação e renovação de forças para viver a sua fé Católica na vida diária”; e “espalhar pelo o mundo o amor de Jesus”

É impressionante a organização e as subdivisões do que é chamado por eles de Obra Internacional de Schoenstatt, vejam mais clicando aqui e aqui.

Particularmente curti o Código da Aliança, 12 diretivas que devem orientar os jovens schoenstattianos:

Vida Pessoal:
1- Atuo sempre com lealdade;
2- Entrego-me por inteiro em cada ação;
3- Quero triunfar como homem através da pureza do meu amor;

Vida Comunitária:
4- Tomo iniciativas para servir;
5- Valorizo e respeito cada pessoa;
6- Destaco-me pela minha alegria e amizade;

Vida Ambiental (Trabalho, bens e natureza):
7- Realizo o meu trabalho com amor e responsabilidade;
8- Cuido das coisas e emprego-as para o bem comum;
9- Amo e protejo a Criação;

Vida Espiritual:
10- Sou amigo de Cristo na sua Igreja;
11- Amo e sirvo Maria;
12- Sou um apóstolo de Cristo.

Neste Dia das Mães, D. Araci (minha mãe) pediu de presente voltar ao Santuário, onde ela esteve em 2017. Vumbora, presente fácil este. Assistimos a missa das 9 horas, fiz estas fotos, lembrei do local. Da outra vez que fui com ela, era uma grande festa junina, estava bem mais cheio. Hoje estava mais vazio, mas do mesmo jeito bonito, calmo, bem cuidado pelas Irmãs de Maria de Schoenstatt.

Refugium Peccatorum Madonna, Luigi Crosio, 1898

Este santuário carioca foi fundado em 1998 e se você, que é católico, e estiver por aquelas bandas, vale a pena ir dar uma olhada.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo® - www.motozoo.com.br -, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.